terça-feira, 18 de novembro de 2014

Férias em Bonito - MS - ago14 - A fresca do vôo

Pense numa bichinha fresca. Aff! 
Antes de falar da esnobice alheia eu vou relatar os três motivos pelos quais optei pela viagem com a Gol: 1. Não paguei; 2. Não me preocupo com o serviço de bordo; 3. Por causa do motivo 2 tenho o direito de bagulhar.
Ok, voltemos à fofoca.
Do meu lado senta uma moça de aspecto intelecutalóide. Eu de tênis, jeans surrado e blusa com cara de schnauzer.
Ela com sua bolsa Michel Kors, relógio Guess, óculos Dolce Gabana. Eu com uma bolsa gigante de tecido estampando que comprei numa freirinha em Copacabana, uma liga de cabelo no braço e o meu lençol cheiroso.
Ela lê um livro, que eu não cito o autor com medo de me senti burra. Eu vou dormir! Pego o meu cheiroso, enrolo a cabeça e durmo um sono justo.
Quando eu acordo a pobre criatura está parecendo a Rainha Elizabeth comendo uma batata ruffles. Que cena. Teatralmente, com dedinho levantado, ela saboreia todo seu lanche comprado no serviço de bordo. Parecia mesmo que comia queijo gruyère com um bom vinho. Também pelo preço que pagou...
Eu não poderia ficar por baixo. Abro minha bolsa tiro meu Aquarius (só podia, né?), um pacote de crocs (é o novo), ou xilitos (piorou) e como com a satisfação de uma criança de seis anos... Ela começa a me olhar com nojo...
Mas nesse momento é que vem o deleite. Abro a bolsa e retiro um pacote de cookies de baunilha com cobertura de chocolate da kopenhagen. Olho pra ela e penso "foi mal, aproveita o ruffles"... E como biscoito a biscoito lambendo os dedos! Uau! Que satisfação! Nada como comer o melhor biscoito, da melhor marca de chocolate pagando o mesmo preço que a pessoa do lado deve ter pago num lanchinho de avião! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário