segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Primeiro dia sem Lorena

Diário de uma cearense de coração partido.

O dia nasceu. Até o sol pediu desculpas pelo incômodo. Como poderia raiar sem um dos seus mais belos feixes de luz?

As cores empalideceram. Não houve razão para cintilar, tamanha a tristeza que enchia o peito.

Pranto, dor e luto. Corações partidos, despedaçados e dilacerados... tentando, num esforço sobreumano, se unir como se fossem um só. Na esperança de que as boas lembranças com você reduzam a dor de te perder.

Nao me conformo. O que dói mais é perceber a sua ausência. A saudade do sorriso, que agora se apaga. E aquelas as histórias toscas que deixaremos de compartilhar...

Sua alma descansa nos braços do papai do céu, em paz, no seu novo lar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário